selo

Oferecimento

Design

06/11/2015
Design centrado no cidadão

 

 

Todo o arcabouço teórico que compreende o Design de Interação trata de métodos, processos e técnicas que visam colocar o usuário no centro das decisões projetuais. Tais métodos e técnicas auxiliam não apenas na garantia da qualidade de uso (usabilidade), como também na qualidade de acesso (acessibilidade). Com isso, a responsabilidade do Designer de Interação aumenta na medida em que temos plena noção do impacto do nosso trabalho na sociedade, especialmente, quando falamos em serviços públicos.

 

iceberg

 

 

No início do mês de abril, colocamos no ar o novo portal da Prefeitura de Diamantina, um projeto que tivemos a noção da responsabilidade do Design na sociedade. Não apenas o design visual, mas os aspectos funcionais garantem melhorias significativas para o usuário-cidadão, e também, para a equipe interna da Prefeitura, responsável pela gestão dos conteúdos.

 

Usabilidade e acessibilidade

 

Toda a navegação foi desenhada levando-se em conta a perspectiva do usuário final. Dessa forma, toda a estruturação das informações no Portal foi testada com pessoas reais, de forma a tornar a navegação mais lógica e facilitada para o usuário. Para isso, utilizamos uma técnica muito conhecida em Design de Interação, chamada Card Sorting, em que pessoas comuns organizam a informação do Portal por meio de cartões espalhados numa mesa. A partir da organização feita por essas pessoas, é que se deu a rotulagem e estruturação das informações no Portal.

 

No quesito acessibilidade, como determina o artigo 47 da lei 5296 de 2004, todo o código-fonte do site foi submetido à validação sob os critérios internacionais. Além disso, o site possui mecanismos que facilitam a navegação por pessoas com deficiência motora e visual, que podem usar teclas de atalho, contraste da tela e sintetizadores de voz.

 

interação

 

 

Quanto ao layout, novo site possui código responsivo, o que garante a navegação otimizada para dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

 

computadores

 

 

telas

 

celular

 

Visibilidade

 

Ter um portal atualizado e que evidencia as qualidades da cidade é um grande fator para a promoção de toda a região. Não só informações turísticas, mas também a disponibilização de informações úteis à população local fez com que o Portal assumisse a importância de um verdadeiro instrumento público.

 

Apenas nos primeiros 15 dias, o novo Portal obteve mais de 30 mil visualizações, oriundas de várias partes do Brasil de do mundo. Com isso, a divulgação de eventos e das ações da Prefeitura ganharam uma visibilidade nunca antes experimentada.

 

Transparência

 

A Lei 12.527, ou 'Lei de Acesso à Informação' sancionada em novembro de 2011, tem o propósito de regulamentar o direito constitucional de acesso dos cidadãos às informações públicas. Com base nesse direito adquirido, o novo Portal oferece diversas informações que são do interesse não só dos turistas, mas, principalmente dos contribuintes. Sendo assim, é possível consultar legislações, editais de licitação, cartilhas, serviços ao cidadão e, claro, as contas públicas da Prefeitura.

 

Já faz muito tempo que o designer não é mais visto como aquele profissional que sabe tudo e tem todas as respostas. Há um consenso quando se diz que o papel do designer é de ser um agregagor de habilidades diversas ou um facilitador de soluções. Sob essa ótica, o papel do designer na sociedade passa por saber dialogar com diferentes profissionais, a fim de obter os melhores resultados na concepção de um produto ou serviço. E isso se torna mais evidente na esfera pública, em que pessoas de diferentes perfis, classes sociais e faixas de idade irão depender da qualidade da sua solução.

 

alan vasconcelos*Alan Vasconcelos é coordenador da área de Design Digital na Quantum Design e professor de pós-graduação em Design de Interação na PUC Minas e na graduação em Design Gráfico na UEMG.

 

**O Grupo Minas Marca não se responsabiliza pelos conceitos, ideias e opiniões emitidos nos blogs assinados.

 

 

Notícias relacionadas:

Para quê um site, afinal?

Transformando realidades

Atendimento na visão do designer

Comentar
Deixe Sua Resposta

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Últimos Comentários

Nenhum comentário ainda.
Publicidade