selo

Oferecimento

Design

20/11/2015
Quando o bom design não faz diferença

 

calebeUma vez recebi no escritório um senhor já de seus 60 anos. Ele usava uma camisa de mangas curtas, calça jeans surrada e um daqueles tênis marrons tipo uma botinha. Ele queria alguém que desenhasse uma marca para sua construtora, mas já tinha alguns rabiscos, tudo resolvido, é só colocar no papel.

 

Mostrei-lhe alguns projetos, contei um pouco sobre como usamos design com foco estratégico, as ferramentas, as metodologias, o show completo. “Muito bacana, mas eu não preciso disso. O que eu quero já está resolvido”, disse, com a objetividade peculiar aos engenheiros.

 

Disse a ele respeitosamente que não valia a pena me contratar para aquilo. Que ele poderia recorrer a um arte-finalista ou algo do tipo, seria bem mais barato e resolveria o problema dele. Foi quando escutei a frase: “por que em 30 anos de mercado, esses detalhes de design nunca fizeram diferença no meu negócio”.

 

É claro que design nunca fez diferença. Como você espera colher os frutos de um investimento que nunca fez?

 

O que diferencia um vencedor de loteria de um empreendedor de sucesso é apenas a proporção esforço X resultado. Mas não existe um sem algum grau do outro. É como uma Lei da Física.

 

Quanto devo investir ou quanto retorno consigo obter são questões profundas com muito mais variáveis do que sim e não. Há ferramentas para ajudar a responder um pouco disso também.

 

O importante é que, não só em design, mas para tudo, pare e pense: estou esperando colher frutos de árvores que não plantei?

 

Os melhores frutos não vem por acaso. São resultado de trabalho, técnica e perseverança. E quando "A Boa Sorte" (vale a pena ler esse livro) bater à porta, você tem que estar pronto para aproveitar a oportunidade.

 

*Calebe Asafe, diretor de criação e fundador da Calebe Design e diretor regional Minas Gerais da Abedesign – Associação Brasileira de Empresas de Design.

 

**O Grupo Minas Marca não se responsabiliza pelos conceitos, ideias e opiniões emitidos nos blogs assinados.

 

 

 

Notícias relacionadas:

Design centrado no cidadão

Para quê um site, afinal?

Transformando realidades

 

 

Comentar
Deixe Sua Resposta

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Últimos Comentários

Nenhum comentário ainda.
Publicidade