selo

Perfil

02/06/2016
Luiz Otávio Pôssas: o homem por trás do Grupo Vale Verde

valeverde

Empreendedor nato, Luiz Otávio Pôssas Gonçalves hoje é um verdadeiro colecionador de empresas. Sua trajetória começou em 1958, quando tinha 17 anos, e foi trabalhar na fábrica de Coca-Cola da família. Por lá, ele fez de tudo: carregou caixas, trabalhou na produção, dirigiu caminhão e foi também gerente e diretor. Mais tarde, assumiu o controle da empresa e deu início à sua produtiva caminhada no mundo dos negócios. 

 

Eterno insatisfeito, Pôssas, como é conhecido, queria mais. Nos anos 1980, criou a Kaiser para driblar a venda casada de refrigerante e cerveja aos estabelecimentos comerciais. No mesmo segmento, colocou no mercado a água de coco Kero Coco, que inovou ao ser comercializada em embalagem longa vida. O produto hoje pertence à Pepsico.

  

Com uma vocação inquestionável para o segmento de bebidas, ele está atualmente à frente do Grupo Vale Verde, que tem sob seu guarda-chuva, entre outros produtos, a cachaça Vale Verde. O conglomerado também engloba um parque ecológico localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte, além de fazendas e iniciativas nas áreas de nutrição animal, criação de aves e jiboias, entre outras. 

 

Outra aposta de Pôssas é a Nutrinsecta, que atua na produção de insetos comestíveis para uso em alimentação animal, tanto na forma viva quando desidratada. Para abrir a atual fábrica, o empresário investiu alto em uma estrutura que permite a comercialização de baratas, moscas, grilos e tenébrios (larvas de besouro) vivos, desidratados em forma de ração. 

 

Estilo de gestão e prioridades

Com muita facilidade para delegar responsabilidades, Pôssas acompanha os resultados dessas empresas por meio de indicadores de desempenho. “Eu avalio a capacidade das pessoas que trabalham comigo e vou dando liberdade e autonomia para elas demonstrarem suas potencialidades. Se eu estivesse muito envolvido no dia a dia desses negócios, não teria tempo de formar a visão global e estratégica que tenho hoje das empresas”, comentou.

 

Atualmente, a Equatorial Imobiliária tem consumido grande parte de seu tempo. A empresa é especializada em incorporações e atua em toda a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Alguns dos principais investimentos são o complexo residencial EcoVillas, localizado em Betim, e o Shopping Jardim Casa, em Nova Lima.

 

Toda essa diversidade nos negócios se explica pela sua visão empreendedora. “Tenho sempre em mente que as crises são setoriais. Enquanto um determinado segmento da economia vai mal, outro pode se beneficiar. Nessa hora me lembro de um antigo ditado popular que diz: nunca coloque todos os ovos na mesma cesta”.

 

A comunicação e o marketing também são pilares que sustentam seus empreendimentos. Além das ações de divulgação com seus públicos externos, o empresário enxerga a comunicação interna como um fator importante para sintonizar a equipe nos valores defendidos pelo grupo.

 

No que diz respeito à gestão de pessoas, ele se posiciona contra os organogramas tradicionais das empresas em formato piramidal, em que as decisões são tomadas de cima para baixo. Pôssas é adepto de uma forma de administração menos hierarquizada e mais colaborativa. “Valorizo um estilo de profissional mais polivalente que enxergue o negócio de forma global e esteja apto a transitar por várias áreas”, afirma. 

 

Para dar conta de gerir todo esse império, Luiz Otávio Pôssas Gonçalves gosta de recarregar as baterias lendo bastante. Além disso, gosta de relaxar junto à natureza. Incansável, não dá sinais de se aposentar ou de diminuir o ritmo. “Na minha visão, viver é como andar de bicicleta. Se você para, acaba caindo”, finaliza.

  

Notícias relacionadas:

Mídia, esporte e muito trabalho

Política e futebol se discute?

Pioneirismo mineiro no universo das startups

Comentar
Deixe Sua Resposta

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Últimos Comentários

Nenhum comentário ainda.
Publicidade