selo

Perfil

31/10/2016
Um verdadeiro influenciador

diegofernandesHá no ambiente universitário a máxima de que exatas e humanas não se misturam. Em meio a brincadeiras, não só as disciplinas são tratadas como algo completamente diferente, como os próprios alunos são rotulados com uma ou outra característica própria dos seus cursos. Mas, para Diego Fernandes, esse estereótipo não corresponde à realidade.

 

Formando em Engenharia de Controle e Automação pela UFMG, foi misturando teorias de controle do curso com o marketing que ele ajudou a fundar o Grupo 1a1, empresa com foco no relacionamento e influência no comportamento do público.

 

Trajetória e carreira

 

Natural de Belo Horizonte, Diego conta que sempre se interessou por exatas. “Na época que fui prestar vestibular, o curso de Engenharia de Controle e Automação era novo e muito concorrido, então optei por ele até pelo desafio.” Durante a graduação, participou como bolsista de iniciação científica em um projeto sobre teoria do controle do caos, estudo que vem se destacando pela potencial aplicação a áreas como o mercado financeiro, telecomunicação e genética.

 

Foi durante a graduação que ele também buscou disciplinas e orientações a respeito do marketing de relacionamento, já pensando em incorporar essa ferramenta ao seu negócio. “Na prática, eu buscava formas de aplicar as técnicas de engenharia de controle do curso sobre o marketing, utilizando inteligência computacional.”

 

Após se formar, em 2005, abriu a ComTicket, empresa que comercializava ingressos online, já experimentando as possibilidades de relacionamento com os clientes. Paralelamente, no mesmo período, foi também cofundador da MoIP, plataforma de recebimento de pagamentos online, hoje adquirida pela empresa alemã Wirecard.

 

Por volta de 2008, encerrou as operações da ComTicket e saiu da MoIP para focar no marketing de relacionamento. Nascia o Grupo 1a1 que em pouco tempo já atendia grandes clientes. Com mais de 13 anos de mercado coleciona cases em BH, SP e Rio com empresas como SAP, Shopping Cidade, Cineart, TIM, Ri Happy e AES Eletropaulo. A empresa cria programas de relacionamento que permitem as marcas se envolverem e influenciarem o comportamento do público de maneira efetiva. “Para além das curtidas no Facebook, que é um engajamento vago, criamos canais eficazes entre a marca, parceiros e clientes. Por isso o nome 1a1, um relacionamento direto”, explica.

 

Diego defende que o diferencial da 1a1 está na segmentação e uma relação clara com o cliente e, principalmente, por meio de um canal próprio, que permita engajamento e recompensas para os clientes. Se tratando de canais de comunicação, ele arrisca o enfrentamento até mesmo com a gigante rede social de Mark Zuckerberg. “Do ponto de vista estratégico, eu sou crítico do Facebook, porque você investe para influenciar um público que está na mão do outro, é o terreiro do vizinho. Se você consegue criar o seu próprio canal e fazer com que ele se torne relevante para seus parceiros, você vence esse jogo.”

 

Para o futuro, Diego planeja manter o foco na 1a1 e expandir sua atuação. Em 2017, ele pretende criar ações de ativação e relacionamento que unam duas ou mais empresas, formando uma rede e agregando público. “Nosso plano é unir empresas de segmentos diferentes, mas com públicos afins, para oxigenar a base de clientes e expandir as possibilidades. Temos bons planos para o futuro.”

 

Lazer

Como todo bom mineiro, que nasceu privado do litoral, Diego adora uma praia. No seu tempo livre, gosta de descer até o mar ou estar com a família. “Uma pena que a família não more na praia, seria unir duas paixões num lugar só”, brinca.

 

 

Notícias relacionadas:

Por uma publicidade mais humana

Profissionalismo e paixão

Jornalista em viagem

Comentar
Deixe Sua Resposta

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Últimos Comentários

Nenhum comentário ainda.
Publicidade